Main menu

Depressão Pós-Parto: Um problema real

02 ago 2013
Chegou o bebê, e agora? Não me sinto feliz… Isso pode ser depressão pós-parto.
 
Depois de tanta espera, chegou o bebê mais lindo e esperado nos últimos nove meses e todos estão extremamente apaixonados e felizes, menos você. Não sabe explicar porque você não está feliz como os demais? Sente que o ama, mas agora não está dando a alegria que você tanto esperou?  Isso pode ser depressão pós-parto.
 
Sentimentos de melancolia, tristeza, vontade de chorar, desânimo, ansiedade e até falta de apetite é comum em mulheres depois do parto. Segundo estudos, uma a cada 10 mulheres sofrem desse problema mais conhecido com depressão pós-parto.  
 
Depressão Pós-Parto
Para esclarecer melhor o tema, segue uma sequência de perguntas e resposta que te ajudará a entender melhor a depressão pós-parto, confira:
 
Como identificar se a mulher sofre de depressão pós-parto?
 
Como falamos no começo do texto, se todos os membros da família estão eufóricos com o nascimento do bebê e a mãe não está muito feliz, em alguns casos evita segurar o bebê, não está feliz em amamentar, quer ficar sozinha, chora sem motivos e não quer comer, esses são alguns dos sintomas que identificam que uma mulher sofre de depressão pós-parto.
 
As mães que sofrem de depressão pós-parto não amam seus bebês?
 
O amor que a mãe sente por seu bebê não tem nada a ver com a depressão pós-parto. Por isso algumas mães sentem vergonha de assumir que não estão felizes, porque elas sabem que amam seus bebês e tem medo da má interpretação dos outros. O caso é delicado e não deve ser julgado como se a mãe não gostasse do bebê.
 
Quais são as causas da depressão pós-parto?
 
Especialistas não estão de acordo em uma causa especifica porque as mulheres sofrem desse mal. Podem ser fatores: bioquímicos, ambientais, psicológicos ou genéticos.
 
Quando desaparecem os sintomas?
 
Os sintomas tendem a desaparecer de duas á três semanas. Mas há casos mais complicados que podem durar meses, incluso anos.
 
Como tratar a depressão pós-parto?
 
As mães devem contar com o apoio de seu companheiro ou família. Devem seguir rotinas para que lhe ajude a aliviar esses sentimentos e sintomas da depressão pós-parto, como:
  • Realizar atividades físicas diárias;
  • Reunir-se com outras mamães;
  • Passear;
  • Passar um tempo sozinha com seu bebê;
  • Pedir aos familiares que reduzam o tempo de visitas.

Em alguns casos mais graves as mães são tratadas com medicamentos antidepressivos.

As informações contidas neste blog nunca substituirão a análise de um profissional de saúde. Portanto, é imprescindível ter o acompanhamento médico adequado antes, durante e após a gravidez. A saúde de você, gestante, e do teu bebê, dependem da orientação desse profissional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>