Main menu

Acompanhamento Pré-natal: A importância

02 ago 2013
A importância do Pré-natal

Submeter-se a um acompanhamento pré-natal com um profissional é a maneira mais adequada que a gestante encontra para proteger sua gravidez. As consultas e exames no pré-natal são essenciais para o desenvolvimento saudável da gravidez e também para se preparar para possíveis complicações no parto.
O pré-natal deve começar assim que a mãe souber que está esperando um bebê. As consultas e exames são de extrema importância para detectar problemas que põe em risco a vida e asaúde do bebê e da mãe, fique por dentro:
 
Consultas
 
Embora o número de visitas ao médico não seja igual para todas as mulheres, o mais comum é que seu médico peça visitas mensais e depois do sétimo mês de gestação as consultas devem ser feitas quinzenalmente e no ultimo mês de gravidez as consulta ficam mais frequentes, passando a ser semanais.
Nas consultas, o médico verifica o estado geral da mãe e do bebê:
  •   Verifica peso;
  •   Pressão arterial;
  •   Batimentos cardíacos do feto;
  •   Circunferência abdominal;
  •   Solicita exames de rotina.
Acompanhamento Pré-natal - exames gravidez

Exames

 
Nove meses dedicados à saúde da mãe e do bebê, cuidadosamente acompanhados por profissionais. Veja alguns exames que são obrigatórios no pré-natal:
  • Exame de sangue: Serve para verificar o tipo sanguíneo da mãe; anemia, nível de açúcar no sangue; e também o risco de contrair doenças como a toxoplasmose e rubéola.  Os exames de sangue no pré-natal também ajudam a identificar possíveis complicações no parto como a pré-eclâmpsia. Geralmente a gestante é submetida a três exames de sangue durante a gravidez;
  • Urina: Serve para detectar possíveis infecções urinárias;
  • Fezes: Serve para detectar a presença de parasitas;
  • Ultrassonografia: Além de descobrir o sexo do bebê, as ultrassonografias servem para detectar alguma deformidade do feto, verificar seus batimentos cardíacos, seu peso e tamanho.
Existem outros exames que podem ser solicitados pelo médico em caso de alguma complicação ou dúvida no desenvolvimento do bebê, confira:
 
Fibronectina fetal:
 
Realizada geralmente no 18° á 24° semana da gestação. A Fibronectina fetal serve para analisar a partir da secreção vaginal as chances de que o bebê seja prematuro.  O médico poderá solicitar esse exame, caso a mulher esteja passando por uma gravidez de risco ou que tenha um histórico de partos prematuros.
 
Ecocardiografia fetal:
 
O Ecocardiografia fetal é parecido com à ultrassonografia, porém esse exame serve para observar detalhadamente os batimentos cardíacos do feto. Geralmente é realizado a partir do 28° semana de gestação.
 
Ultrassonografia transvaginal:
 
Quando a gestação corre risco de ser prematuro, os médicos indicam a ultrassonografia transvaginal que serve para analisar as condições do colo do útero. Esse exame pode ser solicitado a partir da 12° semana de gestação.

As informações contidas neste blog nunca substituirão a análise de um profissional de saúde. Portanto, é imprescindível ter o acompanhamento médico adequado antes, durante e após a gravidez. A saúde de você, gestante, e do teu bebê, dependem da orientação desse profissional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>